Segunda, 09 Dezembro 2019 16:41

50 anos sem João Cândido Felisberto, líder da Revolta da Chibata

50 anos da morte do líder da Revolta da Chibata, João Cândido Felisberto. Pobre e sem reconhecimento, foi morto em 1969.
Escrito por Professor Marroni Alves

Ontem, num dia frio e com a mesma chuva de 1969, completou 50 anos da morte do Almirante João Cândido Felisberto, Herói da Pátria e líder da Revolta da Chibata. Morreu pobre e sem reconhecimento em 06 de dezembro de 1969, no Hospital Getúlio Vargas, na cidade do Rio de Janeiro. Viveu seus últimos dias em São João de Meriti em uma casa construída pelo ex-governador Roberto Silveira e com uma pensão concedida por Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul.

Abaixo foto do enterro de João Cândido debaixo de tempestade e sob vigia da Ditadura Militar. À frente, segurando o caixão, o filho caçula Adalberto Cândido, seu único filho vivo e o jornalista Gumercindo Cabral (de paletó) e, atrás deste, parcialmente encoberto, Edmar Morel (AUTOR DO LIVRO: A REVOLTA DA CHIBATA). Em outra vendendo peixes no entreposto da Praça XV e fazendo artesanato.

Professor Marroni Alves