Segunda, 06 Janeiro 2020 20:35

Curso do Paizão é exigência para licença-paternidade

O curso Paternidade Responsável, conhecido popularmente como “Paizão Bancário” é exigência para a extensão da licença-paternidade para 20 dias, direito conquistado em 2016 e incluído na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), assinada entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A ampliação consta da lei 11.770 de setembro de 2008, prevendo a ampliação nas empresas que aderissem. A adesão de todos os bancos foi garantida pela inclusão da cláusula 26 na CCT.
A primeira turma de 2020 será nos dias 11 e 12 de fevereiro. As aulas são ministradas no auditório do Sindicato (Avenida Presidente Vargas, 502/21º andar) das 18h30 às 21h30. Para se inscrever, e obter mais informações, basta ligar para a Secretaria de Políticas Sociais do Sindicato (2103-4170), de segunda a sexta, das 10 às 18 horas. O curso é oferecido gratuitamente para bancários sindicalizados. Quem não for sócio pode se sindicalizar até o dia do curso. “O curso é uma oportunidade de os pais terem acesso a conteúdo que os ajudarão, não só na reflexão, mas, também, a colocar em prática o aprendizado adquirido no sentido das relações compartilhadas, principalmente em um momento tão importante que é a chegada de uma criança na vida do casal”, explica a diretora da Secretaria de Políticas Sociais, Kátia Branco.

Calendário anual do Paizão
•Fevereiro - 11 e 12
•Maio - 12 e 13
•Agosto - 18 e 19