Segunda, 02 Dezembro 2019 20:09
SERÁ?

Bradesco promete não demitir


O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, em entrevista no fim de outubro, disse que o banco pretende fechar 450 agências até 2020. Os sindicatos, através da Comissão de Organização dos Empregados (COE) cobraram informações sobre a intenção da segunda maior instituição financeira do país, em reunião na segunda-feira, 25 de novembro, em São Paulo. Os representantes do Bradesco disseram que “trata-se ainda de um estudo” e que vai levar em consideração o cenário econômico, o acompanhamento do movimento de clientela e as inovações tecnológicas”.
Os sindicalistas da COE reivindicaram que não haja, no fechamento das agências, demissões dos funcionários, e que o Bradesco requalifique os trabalhadores e respeite a cláusula específica (54ª) da Convenção Coletiva de Trabalho da Categoria.