Sexta, 11 Outubro 2019 18:53

Itaú Amigos ganha do Bradesco Bracelona de virada

Na rodada do último final de semana, num jogo conturbado e cujo placar parecia definido, o Bradesco Bracelona, com um jogador a mais, vencia a partida por 2 a 0 contra o Itaú Amigos (gols de Juan Gomes e Wagner Bezerra). A equipe do Itaú mostrou que é o time da virada, comandado pelo veterano Alex Machado e mesmo sem a presença do técnico João Vasconcelos. Lucas Silva marcou duas vezes e Rodrigo Livramento completaram, garantindo a vitória por 3 a 2.

Alegria dos Bancários

O Sindicato União voltou a ser a alegria dos bancários, sendo goleado pelo Santander La Maquina por 4 a 1, mesmo com os desfalques da equipe do banco espanhol. Já o time do Sindicato, do “general” Najib, voltou a decepcionar. Thaian Souza (2), Diogo Correia e Jhonatan Oliveira marcaram para o La Maquina e Renato Ferreira fez o gol de honra.  

Os irmãos Medeiros

O Itaú Brahmeiros também goleou. A vítima foi o Bradesco Caduco, que chegou a marcar três vezes, mas não conseguiu o empate, perdendo por 5 a 3.

Com a volta dos irmãos Medeiros (Lucas e Gabriel), os Brahmeiros ficaram ainda mais forte para a disputa do título. Lucas marcou três gols, André Luiz e Thales Chuva completaram. Para os “caducos”, Pedro Henrique e Rodrigo Casado (2) balançaram a rede.

O Bradesco Siqueira Campos, categoria amador, é só alegria para a sua torcida, sob o comando do técnico veterano, João Luiz, o Magrão. No confronto com o Itaú Sede de Bola não foi diferente. Comandado pelo artilheiro Victor Coutinho, que fez dois gols, o time venceu por 4 a 1. Completaram a goleada, Caio Cesar e Daniel Nascimento. Descontou para o “Sede”, Victor Paolo.

Veteranos

Na categoria veteranos, o Unibanco Uniamigos confirmou que vem para a disputa do título. A vítima da vez foi o Unibanco Multiagêngias, que mesmo com a volta da dupla Antonio Gomes, o Siri e Edson David, o Edinho, nada pôde fazer para segurar o ímpeto imposto pelo time do técnico do Uniamigos, Edelson Figueiredo, o famoso “mister” do Estádio Pereirão. Mesmo a véspera de uma cirurgia, o treinador comandou o passeio na “Vila do João” (onde mora Edinho) e na “Avenida Siri”, onde o ataque adversário deitou e rolou. A goleada foi de 6 a 0 para o time do Uniamigos, com gols Marcelo Araújo e Sílvio Rodrigues marcando três gols cada um.

O Sindicato União veteranos, mesmo com o ataque de chuteiras novas, estilo “Gabriel Jesus”, decepcionou mais uma vez, perdendo inúmeras chances de gols dignas da camisa “inacreditável Bancário FC”, que era entregue para o perna-de-pau da rodada em anos anteriores. Já o Real Amigos, mesmo desfalcado de Carlos Henrique e do artilheiro da competição, Fábio Rodrigues, venceu a partida por 3 a 2. Marcaram pelo Real, André Luis, que sempre vai para a sede campestre com sua surrada camisa do Botafogo, dos tempos de Garrincha, Luiz Amorim e Ulysses Salles. Para o Sindicato, marcou Marco Medaber, o melhor do time, que além do gol deixou seus companheiros de ataque na cara do gol.

No último jogo da rodada, o Bradesco Guerreiros mostrou que vem com força total em busca do tricampeonato. Comandado pelo zagueiro e capitão Flávio Carvalho, que já está sendo comparado ao beque do Fluminense, Digão, o escrete tricolor não tomou conhecimento da tradição do time mais antigo do Pereirão, o Bradesco Siqueira Campos, que, ao contrário da categoria amadora, está agonizando na competição veterana. Os guerreiros venceram por 3 a 0, gols de Alessandro Teixeira, Marcelo Santos e Marconi Júnior.