Segunda, 08 Abril 2019 19:16

Plenária sobre proposta da Cassi será nesta quarta-feira

O Sindicato e os funcionários do BB continuam a luta em defesa dos associados da Cassi O Sindicato e os funcionários do BB continuam a luta em defesa dos associados da Cassi

O Banco do Brasil apresentou nova proposta às entidades representativas dos funcionários do Banco do Brasil, da ativa e aposentados, na mesa de negociação da CASSI. A reunião ocorreu no dia 27/03, na Gepes Rio, onde o Banco informou ser esta a proposta final.
Após a rejeição da proposta levada a voto em 2018, o Banco retomou o processo negocial em 31 de janeiro de 2019. Desde então, houveram várias rodadas de negociação e apresentação de estudos técnicos. A proposta apresentou mudanças relativas à governança e ao custeio.
Nesta quarta-feira, dia 10, tem plenária, no auditório do sindicato, no 21º andar, com início às 18h.
Confira no site da Contraf-CUT (https://contrafcut.com.br/wp-content/uploads/2019/03/Proposta-para-27-03-2019-completa-final.pdf).

Pontos centrais da proposta

• Mantida a relação contributiva: BB 60% e associados 40% até 2022. A parte do banco no custeio contemplará 4,5% sobre a folha de pagamento de ativos e aposentados, 3% para cada dependente de funcionário ativo, mais 10% sobre as contribuições dos ativos a título de taxa de administração, retroativos a janeiro de 2019;
• A parte dos associados da ativa no custeio será de 4% sobre as verbas salariais, mais 1% para o primeiro dependente, 0,5% para o segundo e 0,25% a partir do terceiro, com piso de R$ 50,00 e teto de R$ 300,00 por dependente;
• A parte dos aposentados e pensionistas no custeio será de 4% sobre a soma dos benefícios do INSS mais Previ, acrescido de 2% para o primeiro dependente, mais 0,5% a partir do segundo dependente;
• Fica mantida a mesma forma de custeio para os atuais funcionários ativos e aposentados;
• O Plano Associados será reaberto e os novos funcionários admitidos deste 01/01/2018 podem manter a Cassi após a aposentadoria, desde que assumam o pagamento da parte pessoal e patronal;
• Será instalada mesa de negociação para integrar à Cassi os funcionários dos bancos incorporados em até 30 dias a partir da aprovação do novo Estatuto;
• Não altera o modelo de governança no Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria. Não se aplica voto de minerva nos conselhos em nenhuma matéria;
• As diretorias dos eleitos e dos indicados permanecem com as mesmas atribuições, com duas alterações: a parte de atuária é dividida entre a Diretoria de Finanças (indicada) e a atual Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes (eleita). Fica estabelecido voto de qualidade para o Presidente somente para algumas questões operacionais de competência exclusiva da Diretoria. Não pode ser usado voto de minerva para alterar direitos, benefícios, regulamentos, estatutos, dentre outras questões.