Informativo On-Line:

Cadastre-se e receba o informativo do sindicato por email.

EM BOA HORA

Inflação eleva ganho real para 1,31% e PLR sai até o dia 20

NOTÍCIAS

12, setembro 2018 17:58

A PLR, uma conquista dos bancários, é importante para quitar dívidas e melhorar o poder de compra no final do ano, quando há muitas despesas

Após o acordo nacional ter sido assinado com os bancos, no dia 31 de agosto, agora é hora de os bancários começarem a colher os frutos de uma campanha salarial dura, mas com saldo positivo. Com os direitos ameaçados pela Reforma Trabalhista do governo Michel Temer (MDB), que chega ao seu final como o mais impopular da história, a categoria, mais uma vez, mostrou ser vanguarda e referência na luta pelos direitos dos trabalhadores, preservando todas as conquistas da única Convenção Coletiva em nível nacional, que este ano, completa seus 27 anos. 
“Muitas categorias perderam direitos fundamentais, mas graças a capacidade de organização de luta e unidade, nós bancários e bancárias garantimos nossos direitos previstos na Convenção Coletiva. Isto mostra que nada é dado por concessão patronal, mas através da participação e luta dos trabalhadores. Tenho orgulho de presidir uma entidade que representa uma categoria tão aguerrida e consciente”, disse a presidenta do Sindicato, Adriana Nalesso. 
Outra boa notícia é que os bancos têm até a próxima semana, mais precisamente dia 20 de setembro, quinta-feira, para pagar a primeira parcela da PLR. A grana vem em boa hora, até porque muita gente acaba tendo de cobrir muitas despesas e quitar débitos do cartão de crédito.  
Aumento real
Como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de agosto ficou estável em relação a julho e fechou os últimos 12 meses (de setembro de 2017 a agosto de 2018) em 3,64%, menor do que o que era projetado (3,78%),  os bancários tiveram uma parcela maior de aumento real dentro dos 5% de reajuste nos salários e demais verbas, como PLR, VA e VR. Dos 1,18% de reajuste acima da inflação previstos inicialmente, os trabalhadores tiveram de fato 1,31%. Mesmo com o índice anterior projetado, os bancários já haviam conquistado aumento acima da maioria das categorias. 
Segundo o Dieese, de 4.659 acordos fechados no período, 78,4% tiveram ganhos acima da inflação, e a média de aumento real foi de 0,97%, inferior ao ganho dos bancários. 
O acordo de dois anos firmado com a Fenaban prevê ainda a reposição da inflação mais aumento real de 1% em 1º de setembro de 2019, para todos os bancários do país.

Comentários


Para comentar você precisa estar logado.


Leia também:


25, September 18

Sindicato assina, nesta quarta-feira, acordo do BNDES

25, September 18

Alerj aprova projeto que torna Quarta-Feira de Cinzas feriado bancário

24, September 18

Assembleia do BNDES aprova acordo e garante direitos da Convenção Coletiva