Informativo On-Line:

Cadastre-se e receba o informativo do sindicato por email.

BANCO DO BRASIL

Sindicato realiza ato contra privatização do BB e cobra solução para elevadores do Andaraí

NOTÍCIAS

11, outubro 2017 17:42

Adriana Nalesso disse que os ataques do governo Temer aos bancos públicos colocam em risco não apenas o emprego e os direitos dos bancários, mas também o futuro do país

Pressão dos bancários garante a presença de equipe técnica por pelo menos 15 dias para acompanhar situação no prédio

O Sindicato realizou na quarta-feira, 11, um ato público em frente ao prédio do Andaraí em protesto contra o desmonte e o projeto de privatização do Banco do Brasil implementados pelo governo Michel Temer. A atividade, que durou todo o dia, fez parte de um Dia Nacional de Lutas no banco.

“O ataque deste governo aos bancos públicos coloca em risco não somente o emprego e os direitos dos bancários, mas o futuro e o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Os bancos privados jamais cumprirão o papel social exercido pelo setor público”, disse a presidenta do Sindicato, Adriana Nalesso. O protesto contou com a presença do deputado estadual Gilberto Palmares (PT).

Descaso com a vida

Os sindicalistas cobraram também providências em relação a falta de manutenção e a ausência de ascensoristas nos elevadores do prédio, que tem 13 andares. No último dia 9, um dos dezesseis elevadores despencou com 11 pessoas dentro. Duas pessoas foram levadas para o hospital, em função das lesões causadas pelo impacto do acidente. Durante a manifestação, os sindicalistas foram informados que pelo menos mais dois elevadores apresentaram problemas.

“É um descaso com a saúde e com a vida dos funcionários e do grande número de pessoas que circula no prédio”, disse o diretor da Contraf-CUT, Marcello Azevedo. Excesso de pessoas e peso, falta de manutenção e utilização indevida dos elevadores estão entre os problemas verificados pelo Sindicato, que cobrou providências da administração e da mantenedora do Andaraí. Com a pressão dos bancários, uma reunião aconteceu no mesmo dia para buscar uma solução para o problema e o banco se comprometeu a colocar uma equipe técnica durante 15 dias para acompanhar a situação dos elevadores. “Cobramos e conseguimos, na reunião, uma equipe de técnicos até que a situação seja normalizada e a contratação imediata de ascensoristas para atender a demanda do prédio. A atual situação é fruto do desmonte imposto pela direção do BB e pelo governo Temer”, acrescenta Azevedo.

 

Jurídico vai tirar dúvidas sobre processo de incorporação de função

 

 

O Departamento Jurídico do Sindicato vai realizar uma palestra para tirar dúvidas dos funcionários do Banco do Brasil sobre o processo judicial de incorporação de função, além de outros temas do funcionalismo. Na terça-feira, 17, a palestra será ministrada no prédio do Sedan, das 12h às 14h30. Na quarta, 18, no mesmo horário, será a vez do prédio do Andaraí.

 

 

 

 

 

Comentários


Para comentar você precisa estar logado.

Leia também:


15, December 17

Consultoria confirma teses do movimento sindical para a Cassi

14, December 17

Frente Brasil realiza sua segunda Conferência Nacional

14, December 17

Greve de fome contra a reforma da Previdência suspensa após dez dias