Terça, 11 Junho 2019 20:58

Juristas defendem anulação da condenação de Lula após gravações confirmarem parcialidade de Moro

A gravação das conversas entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça do governo Bolsonaro, Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol divulgadas pelo site The Intercept Brasil no último domingo (9/6), caíram como uma bomba, colocando em cheque o processo que levou à prisão o ex-presidente Lula. Juristas revelam comportamentos antiéticos e a quebra do princípio da imparcialidade do direito e defendem a anulação do processo da Lava-Jato que condenou Lula. Mais informações em nosso site: www.bancariosrio.org.br.